viernes, 17 de junio de 2016

Inauguração da exposição “Ulsan / Bangudae no Museu do Côa”



O Museu do Côa orgulha-se de apresentar a primeira grande exposição na Europa sobre a arte rupestre da Coreia. Uma mostra especialmente concebida para o nosso Museu, aqui permanecendo durante 4 meses a partir do próximo sábado dia 18 de Junho, com abertura marcada para as 11h00.

Deixamos o convite a todos os amigos que connosco queiram partilhar a inauguração desta Exposição, centrada no extraordinário sítio do Bangudae, onde estão gravadas as mais antigas representações de baleias conhecidas na arte rupestre, atribuíveis ao Neolítico, mas apresentando-se também os principais sítios de arte rupestre da Coreia do Sul, em particular o de Cheonjeon-ri.

Esta exposição resulta de uma parceria entre o Museu do Côa, o Museu do Petróglifo e o Município de Ulsan.

Retomamos assim a nossa vocação de continuarmos a projectar internacionalmente a Arte do Côa, desta vez recebendo uma exposição sobre a arte rupestre coreana, depois de no passado ano termos levado até ao Museu do Petróglifo (Ulsan), a nossa própria "mostra especial" sobre a Arte do Côa. Côa


Link 2: Arte rupestre coreana também "Não sabe nadar" - Cultura - RTP Notícias  
O Museu do Côa recebe a partir de sábado, dia 18 de junho, uma mostra da arte rupestre coreana.

Martinho Batista, o diretor do museu lembra que "o que vamos expor é um importante legado que também ele está ameaçado por uma barragem. Tal como aconteceu connosco o sítio de Bangudae, próximo de Ulsan, é ameaçado por um aproveitamento hidroelétrico"... (Vídeo)


Vídeo relacionado (2013)